terça-feira, setembro 29, 2009

O Nosso Amigo Contentor :D

"O importante é o resultado final e não devemos nunca esquecer de agradecer quem possibilitou este contributo. Em primeiro agradecemos a Deus e depois a todos os que ajudaram com dádivas, ou trabalho, ou oração ou de qualquer outra forma: Twapandula Tchiwa! (muito obrigado!) " Excerto de um artigo denominado - Contentor chegou “por SMS” - do P. David Nogueira Ferreira

Este vídeo foi realizado pela Linha da Frente :D video

sexta-feira, setembro 25, 2009

Campanha Agir para Desenvolver - FASE II

video

A Campanha Agir para Desenvolver continua e podemos acompanha-la no site http://www.agirparadesenvolver.org.

O Grupo Missionário Ondjoyetu lançou o Grão a Grão e no vídeo obtemos mais informações sobre o projecto e seus objectivos.

O site contem todas as informações sobre como proceder ao donativo.

Um bem-haja a todos

De regresso a casa

Olá a todos os amigos Ondjoyetus! Terminei o meu tempo de missão em terras do Gungo e agora estou de volta a Portugal com o coração repleto de alegria!... Já tinha saudades e, confesso que me soube bem entrar em casa, abraçar a minha família e os meus amigos, mas também tenho de dizer que passei todo o dia a pensar nas minhas filhas do coração que ficaram lá em trabalho de missão... A surpresa que elas me prepararam em conjunto com o "meu filho" Padre David, continua a comover-me e a enternecer-me. Obrigada meus filhos, por todo o carinho que me dedicaram, todo apoio que me dispensaram, todas as lições de vida e de amor que me deram! Eu imagino o trabalho que vocês tiveram para preparar tudo sem eu perceber... E imagino também, o tempo roubado ao descanso, pois estávamos em missão no Gungo e com tanto para fazer!... Eu já tinha 3 filhos maravilhosos mas agora fiquei bem mais rica com mais 1 filho e 4 filhas ( sim, porque a Lina também faz parte do grupo e a caçula Inês depressa passou a pertencer à família). Deus vos abençoe e vos dê as forças de que precisam para continuarem assim generosos, alegres e trabalhadores! A todos os amigos deste lado, agradeço as orações e a força positiva que me transmitiram pois foram muito importantes para que a minha vivência da missão fosse tão intensa e tão enriquecedora! A todos, linha da frente e da retaguarda, um grande TWAPANDULA! Mãezinha Angélica (Ah! Para quem estiver interessado, a surpresa consistiu num maravilhoso álbum sobre a minha vida em missão. O título é sugestivo: A Lindeza da Missão... Conta as histórias e peripécias acontecidas durante a minha estadia e é ilustrado por algumas fotos e muitos desenhos lindos. Tenho uns filhos artistas!!! E a complementar, testemunhos escritos por tantos dos meus amigos do Gungo!!! Eu não merecia tanto! Bem hajam!)

quarta-feira, setembro 23, 2009

chegados de Angola

O Padre David e a Angélica já chegaram de Angola. Na bagagem traziam não só as malas mas muita alegria e experiências para contar. Trazem também mensagens do povo de Angola que nos pedem sempre para não nos esquecermos deles mas eles também não se esquecem de nós. Esperamos ansiosamente ouvir todas as notícias e histórias de lá e coragem para linha da frente que depois de um breve descanso o "Patele" David volta. Estamos juntos

segunda-feira, setembro 21, 2009

A mãezinha Angélica está de partida...

Olá manos!
Ontem tivemos um jantar muito romântico à luz de velas... pois é, foi a despedida da mãezinha Angélica e do nosso patele que vai para férias.
Depois de uma estadia na Chitunda, e uma viagem comprida de volta ao Sumbe, valeram os miminhos de um repasto delícioso.
É bom estar na rectaguarda para fazer estas surpresas que sabem sempre tão bem!
Vamos ter muitas saudades... e esperamos que a semente missionária tenha ficado no coração da mãezinha!
Que Deus ilumine os seus passos...
Até breve!!! ;)

quinta-feira, setembro 10, 2009

Contentor já foi descarregado no Sumbe

Boa tarde amigos e amigas.
Hoje é um dia de festa e gratidão. É com enorme alegria que damos a conhecer que o contentor que enviámos há umas semanas já chegou ao Sumbe e foi descarregado.
As informações que temos recebêmo-las via sms e atrás de uma rápida chamada telefónica feita ontem à noite. Ao que sabemos, tudo correu bem e a mercadoria chegou toda ao seu destino e nas devidas condições.
Confessamos que nunca enviámos nenhum contentor que tenha dado tanto problema como este. E nem nos perguntem porquê... talvez para testar a nossa perseverança e confiança.
Mas o importante é que tudo chegou ao seu destino e o que mandámos vai dar um grande apoio ao trabalho que se está a realizar no Gungo.
Por agora fica a novidade da boa notícia. Certamente que em breve teremos mais detalhes da Linha da Frente.
Para todos um abraço e uma grande palavra de gratidão aos que colaboraram nesta iniciativa e têm apoiado este grupo e trabalho missionário.
Para recordar fica a imagem do dia do carregamento em Regueira de Pontes
Um abraço.
P. Vítor Mira

quarta-feira, setembro 09, 2009

Ser Jovem no Gungo

O projecto “Ser jovem no Gungo”, financiado pelo Programa Juventude em Acção, do Serviço Voluntário Europeu, da União Europeia, é uma parceria entre a Fundação Evangelização e Culturas (FEC) e a Missão Católica do Gungo, confiada ao Grupo Missionário Ondjoyetu da Diocese de Leiria - Fátima. O projecto está inserido no Programa Juventude em Acção e será implementado na comuna do Gungo, município do Sumbe, província do Kwanza-Sul, Angola. O projecto nasce das necessidades sentidas e identificadas pela população da comuna e pela Missão Católica do Gungo, nomeadamente ao nível da formação e acompanhamento de crianças, jovens e mulheres, fortemente marcadas pela guerra civil e pelas suas consequências, como a destruição de infra-estruturas, dificuldade de acessos, isolamento, falta de água potável e de cuidados de saúde a que a população está sujeita.

No passado dia 26 de Agosto partiu para Angola, por um ano, a jovem voluntária, Maria Inês Monteiro Pereira de 23 anos, fisioterapeuta, que irá integrar o presente projecto. “Ser jovem no Gungo” possibilitará a partilha de conhecimentos e experiências entre a jovem voluntária Maria Inês e os jovens e crianças angolanas. É um projecto de cooperação para o desenvolvimento, que pretende capacitar a comunidade local de competências que promovam o seu desenvolvimento de forma sustentável e sem assistencialismos. A Maria Inês centralizará o seu trabalho em visitas de acompanhamento às comunidades, através da realização de projectos implementados com os jovens do Gungo de cariz sócio-cultural e de um plano de formação delineado. A voluntária Maria Inês é um exemplo de uma jovem cidadã europeia que deixa tudo, o seu país, a sua cultura, amigos e trabalho para ir ao encontro de uma comunidade do outro lado do mundo, e aí poder ajudar e sentir como é ser jovem no Gungo, ao mesmo tempo que vive num contexto culturalmente distinto, abrindo assim caminhos de convivência fraterna.

Celina Pedro (Grupo Ondjoyetu) e Ana Patrícia Fonseca (FEC)

Quando o missionário chega... a galinha é que sofre!!!

Olá manos!
Pois é, a vinda do Sr. Reitor foi realmente uma mais valia para o Gungo!
A comunidade sente-se mais uma vez agradecida por alguém que vem de tão longe querer conhecer o povo do Gungo.
Bem mas nem tudo é perfeito...
Que o digam as galinhas...
Para receber bem os missionários, temos sempre a tradicional cabidela. E as galinhas que são dadas em ofertório e que acabam no mesmo destino... a panela!
Pelo menos algumas ganham uma viagem grátis até ao Sumbe!!!
Estamos Juntos!

segunda-feira, setembro 07, 2009

AKOMBE WEIA

Há cerca de quinze dias atrás tivemos a alegria de duas chegadas vindas de Portugal: a mana Inês, que veio reforçar a Equipa missionária, e o Padre Virgílio Antunes, Reitor do Santuário de Fátima, que veio a Angola para participar na peregrinação anual da Senhora da Muxima, pelo que fez questão de conhecer a Missão do Gungo e a Equipa Missionária . Durante a viagem, de Luanda até ao Sumbe, houve tempo para partilhar as novidades da missão, saber as novidades de Portugal e responder a todas as perguntas de quem pisa este país pela primeira vez este país. Durante a breve estadia no Sumbe, foi possível conhecer a Ondjoyetu, a nossa casa, contactar com uma realidade diferente e conhecer um pouco da cultura deste povo lindo. No dia 29 de Agosto, foi o dia de subir ao Gungo. Após carregar o “cavalinho branco” (o nosso carro), aí fomos nós, com a família reforçada. Após os 80 km de asfalto, ao chegar à picada, iniciou-se uma nova etapa desta viagem: a subida para o coração do Gungo. Foi feita entre saltos, um cenário de belas paisagens e muitas explicações sobre a missão, sua caminhada e funcionamento. Ao chegar ao Uquende os cânticos e palmas deram côr a este momento e fizeram sentir o quão eram esperados e bem-vindos a esta comunidade.
Durante a tarde, fez-se um encontro de esclarecimento sobre as aparições e a mensagem de Fátima , seguido de uma procissão de velas desde a capela da pedra Gonga (uma capela construída em 1950 sobre um rochedo) até ao bairro do Uquende. Foi uma manifestação um momento bonito onde a chama das velas, que venciam o escuro da noite fazia lembrar que a chama da fé está viva nestes filhos, unidos a tantos outros que, no Mundo, louvam a mesma “Mãe”. Na manhã seguinte, celebramos com alegria a Eucaristia dominical. Os cânticos e as danças com que o povo manifestar a Deus a alegria de ser visitado e a fé que tem. O momento do almoço foi um momento de partilha com alguns catequistas com grande emoção, muitas recordações boas dos últimos tempos de Missão foram lembradas. À sobremesa houve a oportunidade de cada um exprimir sentimentos e partilhar ideias e, até o nosso visitante, pode partilhar o que lhe ia no coração. Em relação à nossa mana Inês, dizemos: ukombe weia! (bem-vinda). Pois é sempre bom receber reforços para tanto que há a fazer. No que diz respeito ao Pe Virgílio, foi muito agradável para nós, Equipa Missionária, sentir nele a presença da diocese de Leiria-Fátima, poder partilhar como é a nossa vida na Missão, e receber dele alento para continuar.
Obrigado padre Virgílio!
Um grande beijinho para todos....
TUKASI OLONDJANJA VYOSI KUMOSI (Estamos sempre juntos)

quarta-feira, setembro 02, 2009

Uma lindeza de procissão!

Olá manos! No sábado dia 29 de Agosto fizemos uma procissão de velas, em homenagem à nossa Mãe Maria, desde a Capela Gonga até ao bairro do Uquende. O povo estava muito honrado com a presença do Reitor do Santuário de Fátima, o Sr. Padre Virgílio. E o Sr. Padre Virgílio encantado com a alegria e simplicidade deste povo! Rezámos por vocês, por todo o apoio que nos dão! Twapandula Tchiwa!!! Estamos Juntos, onde quer que estejamos...

terça-feira, setembro 01, 2009

Lar de Stº. António – Aldeia da Mata A Semana Missionária na Aldeia da Mata foi marcada, entre outras actividades, pelas visitas ao lar desta aldeia. Inicialmente, fizemos uma pequena visita ao espaço para conhecer a realidade com a qual iríamos “trabalhar”. Depois de uma pequena avaliação, ficou decidido que, por equipas de dois elementos, iríamos falar com os utentes para que eles nos conhecessem, para saberem o que estávamos ali a fazer e para criar uma familiaridade com eles. Os primeiros dias foram passados a conversar com os idosos de uma forma mais individual. Fomos ter com as pessoas aos seus quartos pois, uma parte dos utentes não se deslocava com facilidade e, por isso, “Se Maomé não vai à montanha a montanha vai a Maomé.” Estes encontros foram muito interessantes porque havia sempre imensas histórias para escutar! Lembro-me de um senhor que tinha um recorte de jornal muito antigo onde vinha o seu nome referido por causa de uma caçada. Ele contou-nos esse episódio com muito entusiasmo, como se estivesse a partilhar um tesouro precioso, e depois como quem quer provar que não mentiu, perguntou se nós gostaríamos de ver o artigo. Ficou tão emocionado por estarmos ali um pouco à conversa com ele que me senti pequenina diante daquelas lágrimas de alegria… Mais para o final da semana fizemos um pequeno convívio nas salas de estar onde houve lugar para umas canções, um pézinho de dança e, claro, para a oração. Concluímos as visitas com uma celebração na própria capela do Lar de Santo António. Uma capela pequenina mas muito acolhedora e aconchegada, onde nos sentimos juntos na oração. Foi incrível assistir ao esforço que alguns idosos fizeram para poderem estar presentes nesta celebração que ao longo da semana foi tão pedida por eles. Não haveria melhor forma de encerrar estes dias passados com aquelas pessoas encantadoras!