quinta-feira, fevereiro 28, 2008

É mesmo Ondjoyetu - A Nossa Casa

Este pormenor da casa da missão justifica bem o nosso do nosso grupo missionário: Ondjoyetu - A Nossa Casa. Porque esta casa que foi feita é a casa de muita gente que para ela contribuiu não com com meios financeiros, mas com os próprios materiais. Nesta foto vemos três portas: a da direita vai para a cozinha, a do meio para a sala das visitas e a da esquerda para um dos quartos da casa. Mas existem outras também diferentes destas, tais como janelas, e sanitários. São materiais que já estiveram aplicados noutras casas e que, tendo os seus donos mudado estes equipamentos, no-los ofereceram. E como eles são úteis e funcionais. Aqui se aplica um ditado missionário: nada se perde, nada se estraga, tudo se aproveita. Um grande bem-haja a todas as pessoas que nos ofereceram estes e outros materiais. E que tal uma vista à vossa nova casa? Cumprimentos. P. Vítor Mira

domingo, fevereiro 24, 2008

Visita aos Missionários da Boa Nova

Aquando da minha recente visita a Angola, mesmo que breve, ainda tive tempo para uma rápida visita aos padres da Boa Nova que se encontram a trabalhar na Gabela. Fui com a Sara e tínhamos um duplo objectivo: visitar os nossos amigos missionários e ir à praça fazer compras para a festa da inauguração da casa da missão (quando é em quantidade vale a pena ir à Gabela que dista a 90 km. do Sumbe porque os produtos agrícolas são mais baratos). Como a praça mudou de local, foram connosco as duas leigas missionárias da Boa Nova que ali se encontravam, a Andreia e a Sandra, para nos indicar a nova localização. No fim das compras ainda nos foi oferecido um saboroso almoço: cozido à portuguesa, está claro; no fim o delicioso café do Amboím. Ah, pois é, a Missão também é isto. Na foto, além das pessoas já referidas, estão também os padres Aníbal, Artur, Jerónimo, Albino (Superior Geral) e Farias. Aproveito para testemunhar e agradecer o apoio que este instituto missionário tem dado ao nosso projecto missionário diocesano desde a primeira hora. Um grande bem-haja. P. Vítor Mira

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

O corte do bolo

Olá, boa noite. Continuamos a nossa reportagem da inauguração da casa da missão no Sumbe. Hoje apresentamos o corte do bolo. Foi um momento emocionante. Nele está a caminhada de vários anos do Projecto ASA, uma imensidão de pessoas e, principalmente, aquela que acreditamos ser a vontade de Deus. Mais uma vez, um grande bem-haja a todos os que tornaram este momento possível. Estivemos lá todos. Um abraço. P. Vítor Mira video

terça-feira, fevereiro 19, 2008

A preparação do bolo da festa

Olá, boa noite. Pois, como em todas as festas, também na da inauguração do Ondjoyetu houve um bolo. Aqui fica o pormenor da sua preparação. Cumprimentos a todos. P. Vítor Mira video

domingo, fevereiro 17, 2008

Olá, boa noite a todos. Como temos informado, a casa da missão recentemente inaugurada situa-se nos arredores do Sumbe, capital da província do Kwanza Sul e sede da diocese. No entanto, as imagens que até agora temos divulgado mostram-na algo isolada. Desta vez mostramos uma pequena filmagem feita no dia da inauguração, 27 de Janeiro. Estas imagens são captadas partir do cimo de um tanque de água que se situa próximo da nossa casa. Começamos por ver a catedral (de forma triângular) que fica muito perto do mar, depois vemos um pouco da cidade, bairro da Pedra Um em que se situa a nossa casa e, finalmente, a casa da missão. Como o som captado era de vento (e muito forte) colocámos um cântico de Angola. Um abraço para todos e continuem a visitar-nos. P. Vítor Mira video

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Festa Missionária em Fátima

Olá a todos. Já está em preparação o concerto anual que este grupo missionário costuma organizar para angariar fundos para as suas actividades. Este ano o artista convidado é Roberto Leal, bem conhecido de todos nós. Desde já fica o anúncio deste espectáculo e o pedido de colaboração pelos meios que cada um tiver ao seu alcance. Fica aqui o cartaz que contém toda a informação. Agradecemos que retransmitam aos vossos contactos. Um abraço. P. Vítor Mira

segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Ondjoyetu em festa

Boa noite amigos. Continuo a partilhar convosco um pouco do que foi a minha recente visita a Angola. Recordo que no dia 27 de Janeiro teve lugar a inauguração da "Ondjoyetu - a Nossa Casa". Aqui fica mais uma foto, desta vez tirada de cima de um tanque de água que existe próximo da nossa casa e que se reporta à tarde de convívio que teve lugar após a bênção e inauguração oficial na nossa casa. Já agora, está muito bonita, não está? Cumprimentos. P. Vítor Mira

domingo, fevereiro 10, 2008

Simbolos do ofertório

Olá amigos. Mais uma imagem da inauguração do Ondjoyetu. Desta vez são os símbolos do ofertório da missa celebrada da igreja da Pedra Um (Sumbe) antes da bênção e inauguração oficial da casa. A pedra simboliza a casa que foi construída, a dureza das dificuldades vencidas, todos os que tornaram possível a concretização deste projecto e Cristo, pedra angular de toda a boa construção; O batuque é expressão da cultura do povo do Gungo, com quem a equipa missionária da nossa diocese está a trabalhar; As bandeiras de Angola e Portugal (esta improvisada), simbolizam os povos destes dois países com uma história comum de vários séculos e em que a geminação entre as dioceses de Sumbe e Leiria-Fátima pretende ser um contributo para o diálogo, respeito mútuo e cooperação; A imagem de Nossa Senhora de Fátima evoca o local em que foi tornada pública a geminação das duas dioceses a 23 de Abril de 2006 e aos mesmo invoca a sua bênção e protecção para esta mesma geminação e a paz no mundo. Cumprimentos. P. Vítor Mira

sábado, fevereiro 09, 2008

O nosso staf

Olá amigos. Uma grande festa faz-se de pequenos gestos e da generosidade das pessoas aqui está a equipa da cozinha. O Sr. Filipe, o nosso mais velho cozinheiro, foi o chefe de equipa. Está em pé, ao meio, de boné e com a t-shirt azul escura. Cada uma deste amigos tinha o seu crachá que identificava o tipo de tarefa que lhe estava confiada. E se foram eficientes. Cumprimentos. Daremos mais notícias. P. Vítor Mira

quinta-feira, fevereiro 07, 2008

Com o calor da Linha da Frente

Olá amigos. Já fez 48 horas que cheguei de Angola e ainda estou a "digerir" tudo o que lá vivi. Foi uma grande graça poder partilhar uns dias com a Linha da Frente. Queria contar-vos como foi. Mas as palavras são tão pequenas para transmitir sentimentos tão grandes. Por agora fica uma das imagens da inauguração da casa da missão no Sumbe, que teve lugar a 27 de Janeiro, como já sabem. Foi um dia de alegria, de festa, de profunda gratidão a todos os que de alguma forma tornaram este sonho possível, mas sobretudo a Deus que nos chamou a esta tarefa. E a nossa casa que estão simples, mas bonita e acolhedora. Por agora digo-vos que é muito bonito o trabalho que os nossos amigos missionários estão a fazer não só no Gungo, mas na diocese do Sumbe com o seu testemunho. Não se poupam a esforços nem a sacrifícios para cumprir a missão que lhes está confiada. O Sr. bispo, os outros missionários e leigos deram um bom testemunho da nossa equipa; do povo do Gungo nem se fala da sua alegria pelo facto de terem finalmente consigo uma equipa missionária que lhe dá apoio. Por aqui termino. A pouco e pouco irei partilhando as histórias desta bela viagem. Trago muitos cumprimentos e a certeza de que estamos juntos nesta missão. Um abraço. P. Vítor Mira

terça-feira, fevereiro 05, 2008

Encontro de Reflexão

Olá amiguinhos, hoje, dia 5 de Fevereiro de 2008, o grupo “da retaguarda” teve o seu, já habitual, Encontro de Reflexão… Mais uma vez, foi muito bom estarmos todos juntos neste dia de Carnaval. Foi mais um momento em que, a par dos momentos de reflexão e oração, pudemos ter conversas mais informais e animadas! Como não podia deixar de ser, os “da linha da frente” e todos aqueles que não puderam estar presentes neste convívio, estiveram nos nossos corações e orações. Como algumas imagens valem mais do que mil palavras, aqui ficam estas fotos para sempre recordar…Beijijnhos :) Estamos Juntos!

Pe vítor esteve connosco

é verdade o Pe Vitor esteve connosco durante duas curtas semanas. Esta manhã fomos levá-lo ao aeroporto e já nos disse que chegou bem. Chegou primeiro ele a Lisboa do que nós ao Sumbe.
Foi pouquinho tempo mas foi uma presença muito apreciada. Nele sentimos todos aqueles que estão embrenhados na missão e a acompanham, tivemos connosco um dos pilares deste projecto num momento tão importante como a inauguração e pudemos partilhar com ele o que aqui vivemos. Peçam-lhe as imagens que daqui levou... dirão mais alguma coisa.
É pena que não pudesse ser mais tempo mas o que foi soube muito bem. obrigado Pe Vítor, obrigado a todos aqueles que fizeram chegar os seus olás através dele. ele também levou os nossos. Por cá continuaremos a Missão
tchauê!
P.David