quarta-feira, março 30, 2011

A Cantina da Missão

Olá, boa noite. A nossa equipa está no Gungo. O P. David e o Amândio estão no Uquende a fazer BTCs (Blocos de Terra Comprimida) para fazer a casa da moagem. É que já temos moagem já temos, graças a todos os que apoiaram através do "Grão a Grão" e do nosso amigo Coutinho Duarte que contribuiu com o que faltava. Agora, como diz o José Capoco, o verbo é construir a infra-estrutura em que funcionará a dita moagem. Mas, voltando à nossa equipa, a Inês e a Angélica andam a calcorrear o Gungo, de aldeia em aldeia, na chamada "Pastoral da Criança", que tem como objectivo cuidar das crianças interagindo com elas directamente e também com os seus pais e outros educadores. Uma das formas que a nossa equipa missionária tem de apoiar a comunidade do Gungo é com as chamadas "Cantinas". Aqui vemos em funcionamento a da Donga, que fica a 130 km. da cidade mais próxima. Na cantina as pessoas têm a oportunidade de encontrar diversos bens como, entre outros, medicamentos e material escolar. Tudo é transportado pela equipa, no jipe. Um abraço para todos. P. Vítor Mira video

quarta-feira, março 23, 2011

Elefante chegou de mais uma viagem

Olá amigos,
às 20:30 cheguei com o mano Amândio no nosso Elefante, o camião, com uma moagem, 12 volumes de mercadoria que veio de Portugal e 7 tanques de 1000 litros. Foi o resultado de 3 dias de viagens e algumas voltas por Luanda. Para o projecto grão a grão é um grande passo (falta construir o edifício...) para as coisas que vieram de Portugal é uma feliz chegada. A viagem, apesar de cansativa, correu bem. Bem haja a todos os quem têm colaborado. Vamos mais além!
Abraço. Pe David

segunda-feira, março 21, 2011

Dança da Apresentação dos Dons

Boa noite. Dando continuidade à partilha daquilo que é um pouco a actividade missionária, apresentamos hoje um pequeno video que mostra o momento da apresentação dos dons. Essa apresentação é feita com uma dança e levando as ofertas, a maior parte das vezes produtos da terra. Há missas em que este momento chega a durar mais de meia e, nas mais solenes, ainda bem mais. Uma das coisas que impressiona é a alegria com que as pessoas vivem este momento e a participação de tanta gente e não apenas do grupo coral. Tendo em conta que no Gungo há pouco dinheiro em circulação, o maior contributo é dado pelas pessoas em forma de géneros: milho, banana, feijão, mandioca, ginguba, cana de açucar. Nos dias mais festivos ou quando há visitas especiais também são oferecidas galinhas e cabritos. Já participei numa missa em que foi oferecido um boi pendurado num pau, levado por várias pessoas, de patas amarradas para cima. Aqui fica um mais simples feito na Donga no passado dia 30 de Janeiro. Um abraço. P. Vítor Mira video

sexta-feira, março 18, 2011

Parabéns Missão do Gungo

Boa noite.
Quase com o dia a terminar ainda vamos a tempo de dar os parabéns à nossa Missão do Gungo pelo 4º aniversário da sua refundação.
Já antes de 2007 o Gungo tinha sido elevado a Missão. No entanto, devido a dificuldades no acompanhamento da comunidade, acabou por voltar ao estatuto de Posto Missionário.
Graças à presença da equipa missionária da diocese de Leiria-Fátima na diocese do Sumbe, no dia 18 de Março de 2007 foi dado o passo que aqui assinalamos.
Recordo que foi um dia de calor muito intenso e também uma época de grandes chuvas. A capela da Tuma, apinhada de gente, era um autêntico forno e todos transpirávamos abundantemente.
Mas valeu a pena. Foi um dia bonito pelo que significou para aquela comunidade tão pobre e isolada.
Está de parabéns o Gungo, a todos os que a esta comunidade têm dado algum tempo da sua vida com a presença por aquelas terras e todos os outros que de alguma forma dão apoio espiritual ou material a este projecto.
O caminho feito e a certeza de que Deus está connosco dá-nos força para seguir adiante.
Ah! Hoje recebi uma muito boa notícia que não posso ainda divulgar. A seu tempo o farei. Quem a deu nem imagina o dia em que a deu. Mas são sinais que também nos dão força e coragem neste caminho.
E não se esqueçam, quando a notícia for divulgada eu já tinha dito que foi comunicada neste dia.
Desculpem este sigilo todo, mas é dever profissional.
Daqui a bocado vamos a Lisboa levar a Bernardeth. Boa viagem!!
Sem mais, um abraço.
P. Vítor Mira

terça-feira, março 15, 2011

Uma semana na Donga

Boa tarde amigos missionários :)
Como já foi dito, a Equipa da linha da frente regressou ontem à tarde ao Sumbe, depois de uma semana de Missão na Donga, a sede da Missão.
Foi uma semana muito rica e produtiva em trabalhos. Eu e a mãe Angélica avançamos com a formação de líderes da Pastoral da Criança, que estão bem empenhadas a aprender a ajudar as mamãs e crianças do Gungo (podem ver em cima o grupo de líderes).
O mano Amândio e a sua equipa avançaram nos trabalhos da casa da Missão. O Sr. Padre David também pode avançar na preparação dos catecúmenos, que se Deus quiser, serão baptizados na Páscoa.
Agora vamos ficar por cá até sexta-feira, para depois subirmos ao Gungo para celebrar o dia de S. José, padroeiro da nossa Missão.
Até lá.... Upange Uwa (Bom Trabalho)

segunda-feira, março 14, 2011

A Lavra da Missão

Boa noite. Chegou-nos a informação de que a nossa equipa missionária regressou hoje do Gungo. Esperamos que entretanto nos dêem notícias quentinhas sobre o modo como correu esta semana passada na Donga. Uma das dificuldades do Gungo é a auto-sustentabilidade, ou seja, a capacidade de fazer face às despesas inerentes ao funcionamento da missão. As pessoas vivem praticamente todas de uma agricultura muito rudimentar e dependente das condições climatéricas. Ano de seca é ano de fome. Por isso os contributos das pessoas são muito reduzidos. Como sabemos é a nossa diocese de Leiria-Fátima que dá apoio à nossa equipa para o trabalho que realiza. Entretanto, vamos tentando desenvolver projectos que permitam ir superando estas limitações, a pouco e pouco. Na Donga já temos uma junta de bois oferecida por uma família da nossa diocese e que dá uma grande ajuda nos trabalhos da chamada “lavra da missão” que se situa na Donga. Um dia por semana, e por aldeias, as pessoas deslocam-se à lavra e oferecem um dia de trabalho a favor da missão. Já o ano passado a lavra produziu algum feijão, milho e ginguba (amendoim). Mas este ano a área cultivada foi superior e, graças a isto e ao bom ano de chuvas, produziu 501 canecas de feijão (à falta de balanças, a unidade de medida é a caneca que leva cerca de 900 gramas). No fim-de-semana que passámos na Donga uma das actividades foi a apanha do feijão que ficou guardado no salão que serve de capela, dormitório, armazém, etc. Uns dias depois as pessoas malharam o feijão, recolheram-no em sacos. Dali o levámos para Luanda para ser vendido; é na capital que se conseguem os melhores preços para venda. Ficam algumas imagens que ilustram o que acabei de descrever. Um abraço a todos. P. Vítor Mira video

sábado, março 12, 2011

Viagem para a Donga

Muito boa noite. Na minha recente visita a Angola fizemos algumas filmagens, como é prática habitual da equipa missionária, sempre que possível, para irmos registando actividades e acontecimentos. Nas próximas semanas vou procurar partilhar algumas dessas filmagens neste espaço, partilhando e ilustrando assim um pouco alguns dos momentos da visita que fiz à equipa. Como é de esperar, a qualidade das imagens não é muito elevada para que os pequenos filmes que partilhamos não fiquem muito "pesados". Hoje mostro a nossa viagem para a Donga que aconteceu na sexta-feira, 28 de Janeiro, um dia após a nossa chegada (minha e da Inês) a Luanda. Vemos o Amândio a conduzir, ouvimos a sinfonia de sapos e rãs no rio Donga, já perto da Missão, e vemos o caloroso acolhimento que nos fizeram as pessoas que estavam à nossa espera. Pelo meio percebe-se a voz emocionada da Inês por voltar a ver pessoas que já conhecima bem. Um abraço e bom domingo. P. Vítor Mira video

quinta-feira, março 10, 2011

Parabéns mana Inês

Olá, muito boa tarde. A nossa mana missionária Maria Inês Pereira está hoje de parabéns, pois celebra o seu 25º aniversário, as bodas de prata da sua vida. Não é possível dar-lhe hoje os parabéns directamente porque está na Donga, onde ainda não chega a rede de telemóvel. Mas não deixará de ter quem lhe cante os parabéns e a felicite por mais este aniversário, pela segunda vez celebrado ao serviço da Missão. E ela também sabe que não nos esquecemos dela. Como sabem, recentemente estive em Angola com a nossa equipa e foi muito bom partilhar com ela estas semanas. Entre as filmagens que fiz partilho estas obtidas no último dia que lá estive e que espelham a alegria e boa disposição constantes na mana Inês. Muitos parabéns Inês não só pela vida que celebras como pelo exemplo que nos dás. Também a Jacinta Ferreira, irmã do P. david, fez ontem anos e por isso lhe deixamos aqui os nossos parabéns. Um abraço. P. Vítor Mira video

quarta-feira, março 09, 2011

Retiro de Carnaval

Olá, muito boa tarde. Como vem sendo hábito de uns há anos a esta parte, o Grupo Missionário Ondjoyetu aproveitou a terça-feira de Carnaval para realizar um dia de retiro, um tempo de oração, meditação, partilha e convívio. Desta vez o lugar escolhido foi a Reixida, freguesia de Cortes; o nosso muito obrigado pela disponibilização do espaço. O tema do retiro foi: “Somos Missionários Voluntários”. Partindo da identidade missionária deste grupo, reflectimos sobre a recente carta pastoral dos bispos portugueses: “Como eu vos fiz, fazei vós também – Para um Rosto Missionário da Igreja em Portugal”. Tendo em conta que estamos no “Ano Internacional do Voluntariado”, também reflectimos sobre esta dimensão da nossa actividade, pois é em regime de voluntariado que participamos nas actividades deste grupo. Estes dois temas tiveram um tempo de exposição e outro de reflexão em grupo. A par disto, os participantes no retiro tiveram a oportunidade de ver filmagens recentes da Linha da Frente que ajudaram a perceber como vão decorrendo as actividades na Missão do Gungo e que também foram oportunidade para acolher várias mensagens dos nossos missionários e de outras pessoas da referida comunidade. Sendo este o Dia da Mulher, também houve a oportunidade de fazer uma breve meditação sobre Maria. O almoço foi partilhado num ambiente de alegria e simplicidade que caracteriza este grupo missionário. O encontro terminou com a celebração da Eucaristi no fim da qual as mulheres presentes foram agraciadas com um pequeno gesto que reforçou a mensagem do dia. Um abraço para todos e votos de santa Quaresma. P. Vítor Mira