quinta-feira, dezembro 29, 2011

Natal 2011 na Donga

Olá, muito boa noite e votos de bem-estar nesta recta final de 2011.
Já vos falei das viagens que fizemos para a celebração do Natal.
Hoje gostaria de partilhar convosco como foi o nosso Natal propriamente dito.
Desde quarta-feira que a equipa (parte dela) estava na Donga. O tempo foi dividido entre acções de formação com vários grupos e trabalhos de limpeza e preparação do espaço onde vieram a celebrar-se as missas de Natal.
No sábado, já com a equipa completa, prosseguiu esta dinâmica. Um dos trabalhos manuais feitos foi a sacha do milho da missão, logo pela madrugada, quando ainda está um pouco fresco.
Ao longo do dia foi bonito ver os vários grupos em actividade. Houve um momento em que o Amândio tinha saído com o camião para ir buscar pedras que foram colocadas na ponte do rio Donga, a Inês e a Ana estavam com os jovens debaixo de uma frondosa árvore chamada Chitumbo, a Teresa a ensinar cânticos e jogos às crianças, o P. David estava no salão com os que se preparavam para a primeira comunhão e eu estava com o grupo a fazer um grande presépio (falarei disto noutra oportunidade).
Mais no fim do dia as nossas manas ainda tiveram tempo para fazer umas filhoses e um bolo-rei que até tinha fruta cristalizada. As massas foram batidas com a ajuda do berbequim das obras e do gerador que forneceu a energia. A missa da noite de Natal estava marcada para as 22:00h, mas acabou por ser quase às 23:00 h. porque houve um pequeno equívoco e as nossas batatas com bacalhau (oferta de um dos nossos Antónios) se atrasaram.
A missa foi celebrada ao ar livre e quase às escuras porque a electrificação que tínhamos preparado não funcionou (ainda não sabemos porquê). Apesar dessas contingências, foi uma celebração bem vivida em que aquele genuíno espírito de Natal esteve muito presente.
No domingo, dia de Natal, fizemos a oração da manhã às 6:30 h. e a missa teve início às 9:00 h., no mesmo local da noite anterior. Esta celebração foi marcada pela primeira comunhão de 21 adolescentes e jovens. Sem grandes sinais exteriores e apesar do calor, sentiu-se que também aqui é Natal e que a sua celebração mexe com a vida destas pessoas.
A missa foi muito festiva e demorou cerca de duas horas. Estiveram presentes várias centenas de pessoas de todo o Gungo, muitas deles tendo-se deslocado a pé várias dezenas de quilómetros.
Ainda antes do fim da missa foram dados vários avisos, com especial relevância para os que eram relativos à visita que D. António Marto fará em breve a esta missão.
No fim de celebração algumas pessoas ainda ficaram para almoçar, mas a maior parte debandou em direcção às suas zonas de origem.
Nós tomámos o almoço que, à falta de peru, foi frango no churrasco.
Depois também arrumámos as nossas bagagens e seguimos em direcção ao Uquende.
E por aqui me fico, que o texto já vai longo.
Um abraço.

P. Vítor Mira

segunda-feira, dezembro 26, 2011

Viagens de Natal

Muito boa noite e votos de continuação de santas festas natalícias.
O nosso Natal correu bem, graças a Deus e já estamos de regresso ao Sumbe, mas não todos.
Como vos dizia na última postagem, a nossa equipa teve que se dividir em duas na ida para o Gungo, onde celebrámos o Natal, mais concretamente na Donga.
Na passada sexta-feira, por volta do meio dia saímos do Sumbe. Pelo caminho, na zona do Quicombo ainda estivemos parados quase uma hora à espera que uma grua transferisse o cimento de um camião avariado para outro.
No camião levávamos o que descrevi no último texto. Faltava apenas um saco de carvão, que viemos a carregar na aldeia da Calunganga, e os paus. Para o carregamento destes últimos tivemos que fazer um desvio e levar connosco alguns voluntários que nos ajudaram a carregar os cerca de 90 paus. Para isto tivemos que alterar a organização da carga. Depois seguimos viagem em direcção à Donga. Mas ainda faltava o almoço que viemos a comer por volta das cinco e meia da tarde, com o sol já a declinar no horizonte. Partilhámos a sopa que levávamos no termo, o pão e a omeleta com os passageiros que levávamos connosco. É a este momento que se reporta esta fotografia.
Picada acima, que os buracos são muitos e tem que se andar com cuidado para não estragar o camião, lá fomos seguindo a nossa viagem entre momentos de conversa animada e tempos de silêncio.
Quando chegámos ao Uquende já era noite bem escura. Aí tivemos que mexer de novo na carga pois alguma da mercadoria deveria lá ficar. Após dois dedos de conversa com algumas pessoas que por ali estavam e nos ajudaram, prosseguimos caminho em direcção à Donga para a qual ainda faltavam 18 km.
Como o cansaço e o sono já batiam na cabeça e tendo em conta que os três somos encartados na condução de pesados, fomo-nos revezando na condução.
Já passava das 22:00 horas quando chegámos à Donga, onde fomos acolhidos com muito entusiasmo e palmas pelas pessoas que lá se encontravam, entre elas os três membros da nossa equipa: P. David, Inês e Teresa.
Ontem, após o almoço, arrumámos todas as bagagens e rumámos em direcção à aldeia do Uquende, onde viemos a pernoitar depois de termos feito a oração da noite com a comunidade. Hoje de manhã acordámos bem cedo para fazer a oração da manhã às 6:30 h. No fim do mata-bicho cantámos os parabéns ao P. David  pelos seus 36 anos de vida hoje celebrados e ele cortou um bolo já feito ontem secretamente. E apagou a vela da missa que se colocou no bolo.
Depois de tudo arrumado, o P. David seguiu no camião para a picada com algumas pessoas do Gungo para ir recolher pedras a fim de realizar algumas melhorias na picada do Gungo. Por lá ficará até à próxima quarta-feira nesta campanha que mobiliza muita gente daquela comunidade e tem por objectivo fazer algumas melhorias na picada. O resto da equipa veio para o Sumbe no jipe para continuar os trabalhos da obra, agora com os acabamentos finais e limpezas.
Num próximo apontamento daremos conta de como foi o nosso Natal propriamente dito.
Um abraço e... estamos juntos.

P. Vítor Mira



sexta-feira, dezembro 23, 2011

Santo e Feliz Natal 2011

Olá amigos e amigas, muito bom dia.
Desde Angola a equipa missionária envia a todos vós um caloroso abraço de estima e amizade com votos de Santo e Feliz Natal 2011. Que o Deus menino a todos abençõe e ajude a acreditar na nova criação que com ele se iniciou. Nele nos tornamos filhos de Deus chamados a viver uma vida nova. Não estamos sós na aventura e tribulações desta vida. Ele veio ao nosso encontro para estar sempre connosco.

O nosso Natal será passado na Donga, sede da nossa Mssão do Gungo. Recordo que fica a 130 km. aqui do Sumbe, 50 dos quais são picada. O P. David e as manas Inês e Teresa já foram para lá na quarta-feira no Cavalinho Branco. O Amândio a Ana Sofia e eu iremos hoje com o camião carregado de várias coisas: cimento, combustíveis, chapas de zinco, paus, batatas, cebolas, massas, dois tanques de água de mil litros cada um, entre outras coisas... um verdadeiro menino Jesus de encomendas.
Se Deus quiser, na segunda-feira já estaremos de regresso ao Sumbe para concluir alguns trabalhos aqui da casa.
Mais uma vez, Santo Natal.
P'la equipa,

P. Vítor Mira

segunda-feira, dezembro 19, 2011

Três Meses de Obras

Olá amigos e amigas, boa noite.
Faz exactamente hoje três meses que se iniciaram as obras da segunda fase da Ondjoyetu aqui no Sumbe.
A data não nos passou ao lado e falámos dela à refeição, dando graças a Deus por tudo o que já foi feito e tantos apoios que tivemos para este objectivo.
Ainda falámos em tirar uma fotografia de conjunto e colocarmos uma mensagem neste espaço... mas o dia foi tão cheio e disperso que não deu para isso.
Por aqui continuamos com trabalhos de acabamentos como pinturas, colocação de aparelhagem eléctrica, limpesa de algumas divisões, conclusão dos trabalhos das cisternas, trabalhos de serralharia com grelhas e portões, conclusão dos trabalhos de ladrilho...
A verdade é que chegámos ao fim do dia bem cansados.
Por isso, antes de me ir deitar, ainda passei por aqui para deixar esta mensagem e uma palavra de gratidão a esta maravilhosa equipa que em tão pouco tempo tanto aqui fez. Eu, desde que cheguei, também tenho tentado dar o meu melhor contirbuto.
Como não tinha outra fotografia à mão, coloco esta que se reporta ao dia em que colocámos o novo tanque da água em cima da torre.
Mais uma vez, obrigado a todos os que vão contribuindo para tornar este sonho em realidade.
Um abraço desta equipa e tudo de bom para vós.
Ah! E obrigado a todos os que têm comprado e oferecido manilhas.

P. Vítor Mira

terça-feira, dezembro 13, 2011

Linhas da Nossa Missão

Bom dia amigos e votos de bem-estar.
Aqui vão mais umas linhas acerca do modo como se vão tecendo por aqui os nossos dias…
Nas últimas semanas a nossa prioridade tem sido a conclusão das obras da segunda fase da casa da missão aqui no Sumbe.
Mesmo assim, não temos desligado do Gungo e ainda este fim-de-semana lá fomos quatro pessoas da nossa equipa para reunir com o Ondjango da Missão e celebrar a Eucaristia. O local de encontro foi a aldeia do Uquende que fica a cerca de 115 km. do Sumbe, 33 dos quais em picada. Dois dos temas fortes desta reunião foram a preparação do Natal, cuja celebração terá lugar na Donga, e a visita de D. António Marto, que decorrerá de 2 a 17 de Janeiro.
Quanto às nossas obras, os trabalhos vão avançando ao ritmo possível. Já estamos nas pinturas e a colocar portas e janelas. Os pisos das divisões também vão adiantados e já não falta muito para a aplicação de todos os azulejos. A nossa capela já tem mais aspecto disso, pelo menos por fora porque a parede frontal já foi vazada em forma de cruz e os tijolos de vidro já começaram a ser colocados.
Mas como sabem, uma obra é feita de muitos pormenores e ainda falta muita coisa. Mas estamos a dar o nosso melhor e acreditamos que a data já marcada para a inauguração – 7 de Janeiro – se vai cumprir.
Quanto aos executantes… somos nós mesmos e alguns trabalhadores, uma parte deles vindos do Gungo.
A título de exemplo, refiro que ontem as manas Ana Sofia e Maria Inês dedicaram muito do seu tempo às pinturas, o Amândio à colocação dos azulejos, o P. David a colocar os tijolos de vidro na cruz da capela, eu a aplicar janelas e portas de alumínio nas divisões e a Teresa esteve mais no apoio da cozinha.
Ser missionário também passa pela realização deste trabalhos e acreditem que a Ondjoyetu está a ficar cada vez mais bonita; onde possa faltar um pouco de engenho compensa o amor e carinho por este projecto.
Um caloroso abraço para todos vós.

P. Vítor Mira

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Exposição do Gungo na Capital

Está em Lisboa no Hospital Santa Maria (HSM) uma exposição fotográfica sobre os vários projectos que se vão desenvolvendo ma missão no Gungo.
Trazer até aqui o exposição foi uma iniciativa das estudantes de Medicina que partilharam o último verão com este povo dando-lhes alguma formação na área da saúde, podendo ver-se também este projecto na apresentação.
Está então disponível 24H em 2 zonas diferentes:
Parte 1 - Corredor 01 do HSM (corredor da associação de estudantes)
Parte 2 - Entrada do edificio Egas Moniz nas traseiras do HSM

quinta-feira, dezembro 08, 2011

Uma alegre visita

Na segunda-feira, dia 05, tivémos a alegria da visita do Sr Padre José de Sousa, natural da Gondemaria, diocese de Leiria-Fátima, que passou pelo Sumbe e não o quis fazer sem se deter por uns minutos na nossa casa. Para nós que o acolhemos foi motivo de grande apreço por mais esta persença. Fomos apanhados a meio de um dia de obras mas deu para tirar esta foto que testemunha o momento. Este padre pertence ao instituto Missionário dos Espiritanos onde é ecónomo geral. obrigado pela sua visita!

quarta-feira, dezembro 07, 2011

Nota de Luto e de Pesar


Foi com surpresa, tristeza e dor que recebemos a notícia do falecimento da Carla Neves.
Receber a notícia do falecimento de alguém de quem nos sentimos próximos custa sempre; esta ainda nos doeu mais por ser uma pessoa tão jovem e pelas circunstâncias em que se deu.
A Carla faz parte desta família missionária desde 2005 e esta deve-lhe muito pelo trabalho que fez durante algum tempo na coordenação do grupo dos “Mil & Tal Amigos” e como membro do secretariado também durante dois anos.
Rezamos por ela, para que Deus valorize o que fez de bom durante a sua passagem tão breve por esta vida e lhe perdoe o que não foi do seu agrado.
Unimo-nos à sua família neste momento em que se sente destroçada por tão duro acontecimento e pedimos a Deus especialmente os dons da fortaleza, coragem, da confiança e da fé.
Obrigado Carla pela tua passagem pelas nossas vidas e desculpa-nos se não estivemos contigo quando mais precisavas de nós. Que Deus te acolha no seu seio de amor.
Um abraço e até sempre, amiga Carla.
P. Vítor Mira

sexta-feira, dezembro 02, 2011

Notícias de cá

Olá, muito boa tarde.

Por aqui o sol brilha, o vento sopra por vezes com alguma intensidade e de lá de fora vêm ruídos e vozes próprias de um ambiente de obras. Os trabalhos na casa da missão continuam a bom ritmo e continuamos com o objectivo de os ter concluídos antes do fim do ano. Não quer dizer que tudo corra sobre rodas… mas cá vamos lutando.
Mas a nossa casa cada vez está mais como vai ser. Nestes últimos dias temos andado com os pisos das divisões, passeios exteriores e outros acabamentos. Já colocámos janelas numa das divisões e hoje mesmo começou a pintura exterior.
Embora nenhum de nós seja profissional desta área, cada um vai fazendo o que pode e sabe e procuramos ajudar-nos uns aos outros. O que não sabemos fazer, aprendemos.
Há pouco a Inês e a Teresa saíram para o Ebo, juntamente com alguns jovens do Gungo, para participaram na assembleia diocesana da pastoral juvenil que terá lugar neste fim-de-semana.
Esta semana ficou marcada pelo regresso a Portugal da mãe Angélica, do António Saraiva e do António Neves. Com pena os vimos partir, mas com gratidão registámos a sua passagem por cá. Antes da ida para Luanda ainda tirámos esta fotografia que tem por detrás a nossa casa, que ao centro tem a capela.
A terminar informamos que está mesmo a sair mais um número do jornal Ondjoyetu e recordamos a campanha dos presentes solidários que está em curso; divulgar também é colaborar.
Um abraço para todos e bom fim-de-semana. Cumprimentos da equipa.

P. Vítor Mira

P.S. Desde o início da tarde que estou a tentar colocar esta postagem... entretanto, já é noite. Vamos ver se é desta. Outro abraço.

quarta-feira, novembro 30, 2011

Chegada da Angélica e dos Antónios

Chegaram ontem dia 29 de Angola a Maria Angélica que esteve 6 meses em missão principalmente no Gungo e, o Sr António Neves e o Sr António Saraiva do Resouro que estiveram em missão no Sumbe a ajudar na construção da segunda fase da casa.
À chegada ao aeroporto era visível a alegria e boa disposição que traziam no coração. A recebê-los estavam os seus familiares, cheios de saudades, e também, uma representação do grupo da retaguarda que gosta de receber quem chega de missão.
A linha da frente ficou agora mais reduzida com o regresso destes três voluntários.
Agradecemos a Deus a coragem e força que deu a estes três leigos que disponibilizaram algum tempo de sua vida a este projecto e que o ajudaram a caminhar.
estamos juntos mana Jacinta

quinta-feira, novembro 24, 2011

Ondjoyetu... mais uns passos

Olá Amiguitos!
A nossa casa da missão no Sumbe, continua a crescer. Nos últimos dias colocámos o telhado completo, unindo assim a 1ª e a 2ª fases. Nos topos da parte construida criámos mais dois pequenos armazéns, um para bens alimentares provenientes do Gungo (milho, feijãao, guinguba, banana, etc.), e outro para o carvão.
O trabalho de ladrilho já está praticamente concluido e o de pintura iniciou ontem. Quanto à parte electrica, o enfiamento de cabos está feito.
Os próximos passos são a execução dos pisos das divisões intentiores e passeios.
A equipa continua animada e muito trabalhadora e a dar o seu melhor para que a obra seja realizada com rapidez e qualidade....
No Gungo continuam a avançar as formações de saúde e os trabalhos na moagem.
Estamos Juntos....
Mana Ana

terça-feira, novembro 22, 2011

Presente Solidário com o Gungo

Ajude a abertura de “fontes de vida” em Angola.

A missão Gungo, do Grupo Missionário Ondjoyetu pretende levar à população das mais de 80 aldeias da comuna do Gungo em Angola água com maior abundância, melhor qualidade e com menor dispêndio de tempo para a obter. A maior acessibilidade à água permitirá disponibilizar mais tempo para outras tarefas, nomeadamente da parte de mulheres e meninas, que são quem, tradicionalmente, têm que realizar esta tarefa.

O principal objectivo deste presente é a abertura de poços próximos das aldeias, em locais considerados mais adequados e com a profundidade que for possível.Uma das grandes dificuldades das pessoas do Gungo é o acesso a água e, muito mais ainda, a água de qualidade. Actualmente as pessoas, principalmente mulheres adultas, jovens e até meninas, têm a dura tarefa de ir buscar água às cacimbas ou pequenos riachos que existem nos vales; transportam-na em baldes, à cabeça, tendo para isso que percorrer por vezes grandes distâncias. A qualidade da água é muito baixa, estando na origem de numerosas doenças.

Com as manilhas também se poderão construir reservatórios de água dentro das aldeias. No tempo das chuvas as águas serão aproveitadas, evitando o seu desperdício.

Para obter mais informações ou adquirir um Presente Solidário, consulte o site : www.presentessolidarios.pt

(Texto retirado do site da FEC)

domingo, novembro 20, 2011

Celebração do Padroeiro dos jovens Angolanos

Boa noite amigos missionários :D Acabei de chegar agora do Waku Cungo, um outro município da Diocese do Sumbe, onde estive com alguns jovens do Gungo a celebrar o Dia de Cristo Rei, Padroeiro da juventude Angolana. Do Gungo sairam 7 jovens, em representação de todos os jovens da Missão. São momentos importantes para celebrar e para partilhar experiências com jovens oriundos de outras paróquias e Missões da nossa Diocese, alguns ainda desconhecem o Gungo, assim vamos divulgando e alguns até já têm o desejo de conhecer.
Amanhã eu e a mana Teresa já nos vamos juntar à Mãezinha Angélica e ao Padre David para continuarmos os trabalhos no Gungo. A restante equipa permanecerá no Sumbe a avançar com as obras na Ondjoyetu, que está a ficar cada vez mais bonita. Até lá, Lalipochiwa (Fiquem bem) Mana Inegi*

sexta-feira, novembro 18, 2011

Dia especial

Hoje é um dia muito especial, o nosso Patele (Padre) David faz 10 anos de ordenação sacerdotal. É um motivo de orgulho para todos nós Família Ondjoyetu, de admiração pela sua entrega e amor à nossa missão do Gungo. Ao longo da sua vida, já muito nos ensinou demonstrando a sua garra e paixão pela entrega aos outros. Obrigada Patele por todo o caminho percorrido pelas picadas do Gungo e por todo o teu testemunho cristão pelo mundo fora. Mas também é um dia muito especial pois é dia de aniversário de um “camungungo” que está sempre muito perto da Equipa Missionária e que nesta fase da missão tem ajudado na construção da segunda parte da casa no Sumbe, o Pedro Ernesto. Neste dia, do lado de cá, rezemos por eles, para que nunca percam a força e coragem e continuem a dar brilho a esta linda Missão. Muitos Parabéns para os dois e para todos aqueles que acreditam neste projecto. Estamos mesmo SEMPRE juntos* Mana Ersa

quarta-feira, novembro 16, 2011

Novidades da Missão

Olá família missionária, boa noite.
Votos de bem-estar e óptima disposição.
Por aqui estamos bem, graças a Deus, com algum calor, o que é próprio daqui e desta época do ano.
Já fez hoje uma semana que aqui cheguei e nestes dias aconteceu muita coisa. Aqui não dá para contar tudo, mas fica alguma coisa.
Na sexta a Inês Angélica e Teresa subiram para o Gungo; o P. David e eu fomos no sábado, sendo o meu baptismo de condução do camião da missão, depois de ter já tirado a carta de pesados em Portugal. A viagem correu bem, ainda que tenha sido algo lenta.
No Sumbe ficaram a Ana Sofia, o Amândio e os Antónios para continuarem a obra da casa que está cada vez mais bonita e acolhedora.
No Gungo, mais concretamente na aldeia do Uquende tivemos a reunião de Ondjango da Missão (uma espécie de Conselho Pastoral), entre outras actividades. No domingo celebrámos a missa da minha “apresentação”.
Desde segunda-feira que a Inês e a Angélica estiveram com acções de formação na área da saúde e puericultura. Eu e o P. David retomámos os trabalhos de construção da moagem da missão. A máquina de moer o milho já está connosco, mas a construção da infra-estrutura em que vai funcionar vai lago lenta porque nem sempre é possível lá estar e, devido à distância e isolamento, não é fácil construir algo naquelas paragens. Tem-nos valido o camião, a persistência e a colaboração de algumas comunidades.
Quando cheguei também quis aprender a construir em BTC. O P. David deu-me algumas explicações e já ontem levantei algumas fiadas. Mas confesso que me falta experiência. Aqui fica uma fotografia dos nossos trabalhos.
Hoje desci ao Sumbe porque tinha uns assuntos a tratar por cá. O P. David foi-me levar a 10 km do Uquende (demorámos uma hora devido à lama da picada). Depois apanhei uma mota que me levou até ao asfalto, um verdadeiro “Enduro” no meio de lama e pedras em que o melhor mesmo foi nunca termos caído. Depois de 23 km de saltos e mais saltos lá chegámos ao asfalto, onde a Ana me foi buscar na carrinha (já a tínhamos avisado pelo telemóvel).
Já vai longa a história. Um abraço para todos e fiquem bem.

P. Vítor Mira

sexta-feira, novembro 11, 2011

Presentes Solidários 2011

Objectivo da campanha: Ao comprar um Presente Solidário, o seu dinheiro será entregue aos parceiros no terreno que farão a compra e a entrega dos bens a quem deles mais precisa.
Como funciona: Receberá um postal relativo ao presente que comprou e que poderá oferecer pessoalmente aos seus amigos, colegas ou familiares como um presente seu neste Natal.
Está, desta forma, a contribuir directamente com o seu dinheiro para a melhoria das condições de vida das famílias dos Países Lusófonos, e esta sua oferta será feita em nome do seu amigo, colega ou familiar que será surpreendido pela sua originalidade e generosidade, ao receber o postal ilustrado.
Mais informações no site : http://www.presentessolidarios.pt/
São 10 Projectos, 10 Presentes Solidários e 1 deles apoio a nossa Missão em Angola. =)

quarta-feira, novembro 09, 2011

Com a Linha da Frente

Olá amigos e amigas, muito boa noite.
Embora um pouco cansado das viagens, não poderia deixar terminar este dia sem partilhar este momento que estou a viver.
Em primeiro lugar, agradeço a todos os que me acompanharam ao aeroporto (e foram muitos!) e também a muitas outras pessoas que, não podendo lá ir, me telefonaram, mandaram mensagens ou de alguma forma manifestaram a sua união a mim neste novo passo da minha vida. Estes gestos são para mim sinal de amizade, carinho, união, mas também de presença de Deus.
Apesar da muita carga que trazia, consegui trazer tudo, o que deu grande alegria aos nossos missionários, de modo especial os "miminhos" que lhes chegaram.
A viagem decorreu sem percalços e por volta das 8:00 horas já estava junto dos nossos missionários. Estavam à minha espera o P. David, a Ana Sofia, a Maria Inês, a Maria Angélica e a Teresa Paula. O Amândio e os "Antónios" do Resouro ficaram no Sumbe a trabalhar na obra.
Depois de me "pegarem" demos umas voltas em Luanda e ao princípio da tarde rumávamos ao Sumbe, onde chegámos já de noite. Lá encontrei os outros elementos da equipa que estavam a terminar os seus trabalhos. Convidaram-me logo a dar uma vista de olhos à obra, mesmo à luz da lanterna, que já vai bastante adiantada. Como têm trabalhado muito e bem, apesar de algumas limitações que aqui existem.
Seguiu-se o jantar, oportunidade de tirar esta fotografia de conjunto.
Graças a Deus encontrei toda a gente de saúde e com boa disposição.
E agora são horas de ir descansar que o dia já via longo.
Um abraço e... "estamos juntos".

P. Vítor Mira

Partida do Pe. Victor

Bom dia, o Pe Victor já partiu para Luanda.
Teve uma grande comitiva de acompanhamento demonstrando o grande carinho que a linha da rectaguarda tem por ele. Sabemos que o povo do gungo o espera ansiosamente. Ele já aterrou em Luanda e vai a caminho do Sumbe. Dos miminhos que iam na bagagem dele fazia parte um queijo fresco que antes que aquecesse eles já comeram.
Uma abraço para a linha da frente ainda mais aumentada e para todos os leitores do blogue.
Estamos juntos mana Jacinta

domingo, novembro 06, 2011

Contributo trazido pelo Diogo

O nosso amigo Diogo repetiu a sua iniciativa de fazer uma caixa de madeira tipo mealheiro e por onde quer que andasse oferecer às pessoas a oportunidade de contribuírem para os trabalhos do grupo missionário. Quem o conhece mais de perto certamente viu a referida caixa.
Ele não quis deixar o padre Victor partir para linha da frente sem fazer a solene abertura da caixa e na última reunião de grupo fez-se acompanhar de um martelo para sermos todos testemunhas desta oferta. Antes da abertura a caixa ainda passou por todos os elementos presentes que ainda quisessem fazer a sua oferta.
Foi um gesto de verdadeiro missionário que apesar da sua tenra idade demonstra uma maturidade e entrega a esta causa e, claro, um bom resultado para o grupo que rendeu cerca de 715€. Bem haja ao nosso jovem missionário que não desperdiça a oportunidade de pequenos gestos para ajudar o grupo.
Mana Jacinta

quinta-feira, novembro 03, 2011

Encontro de Amigos

Olá amigos e amigas, muito boa noite (ou já bom dia).
Já havia algum tempo que não diziamos nada... é que o tempo não dá mesmo para tudo.
Tivemos a vigília missionária em Minde e o espectáculo solidário em Leiria. Tudo correu muito bem, graças a Deus e a todos os que colaboraram nestas actividades. Só foi pena a participação não ter sido mais numerosa. Mas valeu mesmo a pena.
Do espectáculo de domingo 23 de Outubro tivemos uma receita de 1.100,00 € dos quais partilhámos metade com a Caritas para apoio às situações de emergência que cada vez vão aparecendo mais no nosso país.
Mas hoje tivemos um acontecimento especial.
O Sr. D. Benedito está entre nós. Veio de Roma, onde foi com os outros bispos, e agora vai estar em retiro em Fátima. Quis vir a Leiria para visitar o Sr. D. António e também os familiares dos que estão em missão em Angola.
Como neste momento estão lá sete voluntários e não daria para visitar todas as famílias, então combinámos um encontro no seminário, em Leiria. Tivemos a missa a que se seguiu o almoço. Depois ainda houve tempo para a fotografia para mais tarde recordar e aqui partilhar.
Além desses familares que estiveram presentes, também outros membrod do nosso grupo marcaram presença.
Aqui ficam as fotos.
Um abraço e continuação de boa semana.

P. Vítor Mira


sexta-feira, outubro 21, 2011

Uma Grande Equipa

Olá, muito boa tarde.
A família missionária no Sumbe tem vindo a crescer a olhos vistos.
Aqui apresentamos a fotografia com a mais recente "aquisição". Para facilitar, vamos dizer quem são os nossos missionários, da esquerda para a direita: Maria Inês Pereira e Teresa, Amândio Évora, António Saraiva, Maria Angélica Filipe, Ana Sofia Pereira, António Neves e P. David Nogueira. O pano de fundo é a segunda fase das obras da casa da missão no Sumbe.
A segunda fotografia mostra a equipa de trabalho que está nas obras; esses não os apresente porque são muitos e nem eu os conheço todos.
Uma parte da equipa já subiu hoje para o Gungo e os outros irão amanhã de manhã. Para os dois Antónios do Resouro é o seu baptismo de Gungo. Esperamos que gostem.
Neste domingo terá lugar a missa nova do P. Geovany, que foi ordenado sacerdote no passado dia 9 de Outubro, juntamente com mais sete colegas. Irá lá celebrar a referida missa porque fez estágio naquela comunidade na companhia da nossa equipa missionária.
Depois, no domingo à tarde, uma parte da equipa volta ao Sumbe para continuar as obras e outra parte vai para a Donga continuar os trabalhos do projecto de agricultura e outras formações.
Nota: é já no próximo domingo que terá lugar o espectáculo solidário a favor da missão do Gungo. Será no Teatro José Lúcio da Silva (Leiria), às 17:00 horas. O custo dos bilhetes é de 5,00 € e devem ser adquiridos na bilheteira do cimena. Contamos com a vossa presença.
Um abraço.
P. Vítor Mira

quarta-feira, outubro 19, 2011

Um mês de obras no Sumbe

Ora muitas saudações!
Venho partilhar convosco o que temos feito no Sumbe durante este último mês desde 19 de Setembro. E para tal proponho um jogo: Descubra as diferenças! Cá vão duas fotos: uma dos primeiros dias e outra do dia de hoje (19 de Outubro). Já agora recordo que fez 5 anos no passado dia 15 que iniciámos as obras da primeira fase da casa ondjoyetu. Bem haja a todos os que tornam estes êxitos possíveis e tudo o que nesta casa se faz e se prepara. Boa missão para todos onde quer que estejam.
Pe David

terça-feira, outubro 18, 2011

A horta da Missão

Boa tarde Amigos :D
Enquanto decorrem os trabalhos aqui no Sumbe, os trabalhos no Gungo também não podem parar. E a semana passada estive eu, a mãezinha Angélica e a mana Teresa na Donga a avançar com mais uma formação de agricultura. Cuidamos daquilo que já haviamos semeado na última formação e semeamos mais algumas coisas... vamos ver o que írá germinar. Temos encontrado algumas dificuldades e muitas boas surpresas, juntos vamos aprendendo aquilo que a terra nos quer ensinar. São algumas pessoas que vão aprendendo algumas dicas para melhorem a sua produção e sobretudo a sua alimentação. Daqui a uns tempos as formações de culinária já serão feitas só com os produtos da nossa horta. Nas nossas ausências temos alguém que vai regando e cuidando da nossa "criança" para não a deixar morrer.
Uma parte da equipa irá amanhã para Luanda para ir buscar o reforço que vem de Portugal.
No próximo fim-de-semana estaremos todos no Uquende (Gungo) para fazermos a apresentação dos Antónios, o regresso do Amândio ao Gungo e a Missa Nova do Padre Geovany.
Muita coragem nesse lado da Missão, nos por cá continuamos cheios de coragem missionária.
Estamos sempre Juntos*
Mana Inegi*

quinta-feira, outubro 13, 2011

Ondjoyetu com paredes e telhado :)

Olá Amiguitos!!!!
A construção da nossa casa vai avançando. Até este momento já é possivel ver-se parte do telhado e algumas paredes...
Como vêem estamos um pouco mais à frente do que a "casa Ondjoyetu" para ir às feiras.... Porém estes avanços só são possiveis graças a todo o trabalho e dedicação da grande equipa da retaguarda e dos 10 funcionários que aqui têm trabalhado conosco!
Enquanto no Sumbe se avança com as obras, durante esta semana parte da equipa esteve na missão Donga a realizar formação de agricultura e a melhorar a lavra da missão.
Um beijinhos de toda a equipa da Linha da Frente....

Tukasi kumosi...

quarta-feira, outubro 12, 2011

Ecos de uma Missão

Olá, muito boa tarde. Pedi à Inês e à Sandra, que regressaram recentemente de dois meses de missão no Gungo, para me darem os filmes que de lá trouxeram. Encontrei este que achei muito bonito e aqui partilho com todos vós. Parabéns a quem fez este filme, que está muito bonito. É evidente que aqui a definição não pode ser a melhor... mas dá para ver. Cumprimentos e votos de boa semana. P. Vítor Mira video

terça-feira, outubro 11, 2011

Ondjoyetu... mais uma casa

Olá, muito boa tarde.
Como sabem, "Ondjoyetu" em umbundo quer dizer em português "A Nossa Casa".
E de facto esta casa é feita de muitas casas que são todos os espaços em que nos reunimos e permitem desenvolver o trabalho missionário.
No último fim-de-semana o este grupo arranjou mais uma casa.
Já havia algum tempo que se sentia esta necessidade: ter uma pequena tenda para participar em festas e feiras.
Graças ao apoio da Vigobloco, que nos ajudou a comprar os tubos a um preço mais baixo, e ao Alexandre Évora que trabalhou esse tubo, já temos o "esqueleto" da nova casa.
Como não houve tempo para arranjar as "paredes" e o "telhado", desta vez usaram-se plásticos, a título provisório.
O local da estreia foi a festa da Marinha Grande em honra de Nª Sª do Rosário, que decorreu no passado fim-de-semana. E diga-se que foi um óptimo lugar, tendo em conta a ligação deste grupo àquela comunidade, quer directamente, quer através das irmãs Filhas de Santa Maria de Guadalupe.
No sábado ainda tivemos a oportunidade de falar às crianças da catequese através do testemunhos de vários missionários e da exibição de um filme, numa acção de sensibilização que, acreditamos, dará fruto a seu tempo.
Muito obrigado às pessoas responsáveis da comunidade da Marinha Grande por este convite e oportunidade deste grupo estar mais próximo daquelas pessoas.
Fica a fotografia com alguns "ondjoyetus" todos felizes com a nova casa.
Boa semana para todos e um abraço.
P. Vítor Mira

sábado, outubro 08, 2011

Dar Vida à Missão - Concerto Solidário

Bom dia amigos.
Dando continuidade a uma das actividades deste grupo missionário, vamos realizar mais um concerto solidário a favor da missão do Gungo intitulado "Dar Vida à Missão" e que tem a ver com o objectivo de restaurar a Missão da Donga.
O espectáculo constará da actuação do grupo CHM, das Caldas da Rainha, que executa músicas de bandas sonoras de filmes e tem a curiosidade de um dos instrumentos ser um serrote; também actuará o jovem artista Filipe Santos, mais conhecido no mundo do Beatbox por "FUBU".
Contamos também exibir um pequeno filme sobre a missão para explicar o ponto em que se encontra e os próximos passos que pretendemos dar. Se possível, também faremos uma ligação telefónica à equipa missionária que se encontra em Angola.
O resto dos dados constam do cartaz que aqui deixamos.
O que agora pedimos é que divulguem pelos vossos contactos e se possível, estejam presentes.
Quando os bilhetes estiverem disponíveis diremos onde se poderão adquirir.
Um abraço e bom fim-de-semana.
P. Vítor Mira

sexta-feira, outubro 07, 2011

Um sonho que pula e avança

Bom dia amigos.
Os nossos missionários da Linha da Frente estão imparáveis.
Ainda há dias começaram a segunda fase da construção da casa da missão no Sumbe e já se pode ver o muito que fizeram.
Recebemos ontem estas duas fotografias que aqui partilhamos com os nossos amigos para que percebam melhor o que está a ser feito.
Muitos parabéns por todo o trabalho que estão a fazer e muita coragem para prosseguir com ele.
Um abraço para todos.
P. Vítor Mira

terça-feira, outubro 04, 2011

Mudanças na Equipa Missionária

Boa noite amigos missionários :D Como já repararam a nossa família missionária tem sofrido algumas alterações.
No passado dia 30 de Setembro chegaram ao aeroporto de Luanda o mestre Amândio e o Sr. António que vieram para um tempo de missão. No dia seguinte, dia 01 foi altura de despedir das nossas queridas manas médicas que após dois meses de trabalho no Gungo na área da saúde tiveram de dizer “xauéé”… ou melhor “até breve”.
Também o Diácono Geovany, que esteve a trabalhar connosco cerca de 3 meses, já terminou a sua presença no Gungo, porque se tudo correr bem será ordenado Padre este domingo dia 09 de Outubro e depois já irá trabalhar noutra Paróquia.
Para já, continuam as obras na Ondjoyetu (e com grandes avanços) e a preparação para, uma parte da equipa, subir ao Gungo para mais uma formação de agricultura.
Não percam as cenas do próximo episódio... para verem como cresce a nossa Missão.
Muitos cumprimentos de toda a equipa Missionária
Mana Inegi*

domingo, outubro 02, 2011

As manas médicas já chegaram

No sábado dia 2 de Outubro chegaram as estudantes de medicina que estiveram a trabalhar no Gungo dois meses. Pelo sorriso ao vê-las sair deu para perceber a intensidade com que viveram este tempo. Pelo que conversámos ainda no aeroporto, a alegria pela missão invadia-lhes o coração que elas desconfiam ter deixado pendurado num embondeiro. Do tempo que lá passaram disseram que muito trabalho ficou por fazer mas, já foi feito algum. Têm muitas histórias para contar, não pararam mas foi muito produtivo. Um belo testemunho apesar do cansaço porque o dia delas começou às 4 da manhã para apanhar avião. Bem haja pela disponibilidade que tiveram em dar este tempo à missão mais concretamente ao povo do Gungo.
Mana Jacinta

sexta-feira, setembro 30, 2011

Os missionários já vão a caminho

O Amândio e o Sr António já estão a caminho de Angola. Estes dois voluntários além dos quilos bem controlados de bagagem permitida levavam também muita vontade de contribuir para fazer caminhar a missão. O Sr António vai voltar ao país onde fez o serviço militar mas, desta vez as armas serão mais na área da colher de pedreiro e outras ferramentas na construção da casa. O Amândio estava na expectativa de encontrar os aprendizes e amigos que lá deixou e repetir a dose de missão que já tinha feito, na área que mais for necessário.
Fica a foto da delegação que os acompanhou até ao aeroporto.
Um bom trabalho para estes dois missionários que foram para a linha de frente.
Mana Jacinta

quinta-feira, setembro 29, 2011

Leigos missionários enviados em missão

Olá, bom dia.
Hoje mesmo, quinta-feira, se Deus quiser, partirão para Angola mais dois voluntários missionários leigos: o Amândio Évora, do Coimbrão, e o António Saraiva, do Resouro (Urqueira).
O Amândio repete os seis meses que já tinha dado à missão de Outubro de 2010 a Abril de 2011. O seu envio foi feito no passado domingo, dia 25 de Setembro, na paróquia de onde é natural e onde reside. E dele não é preciso falar mais porque já o conhecemos por este espaço.
O António Saraiva é um senhor já reformado que resolveu dar dois meses da sua vida à missão com o fim concreto de ajudar na construção da casa da missão no Sumbe. O seu envio tinha sido feito na sua comunidade (Resouro) no passado dia 17 de Setembro. Com ele também foi enviado o Sr. António Saraiva que só partirá para a missão a 19 de Outubro.
Desejamos a estes dois leigos que partem agora as maiores felicidades e bêsnçãos de Deus. Também lhes agradecemos o seu testemunho cristão e a colaboração que vão dar a este trabalho.
Sabemos que a equipa da Linha da Frente parte hoje para Luanda para os ir esperar (à excepção do P. David que fica a acompanhar a obra) e também para acompanhar a Sandra Leal e a Inês Figueiredo que regressam a Portugal no próximo sábado, após dois meses de missão.
Boas viagens a todos estes nossos amigos e irmãos em Cristo e que o Senhor a todos acompanhe.
Por falar em viagens, eu também estou quase de saaída para a Terra Santa com um grupo de pessoas destas paróquias de que tenho sido pároco e de outras. Agradecemos a vossa oração pela nossa viagem e podeis ter a certeza que na terra de Jesus (onde vou pela primeira vez) também rezarei por todos vós.
Um abraço.
P. Vítor Mira

terça-feira, setembro 27, 2011

XII Dia do Voluntário Missionário

“Voluntariado: compromete-te com o Mundo pelo qual todos somos responsáveis” é o tema do XII Dia do Voluntário Missionário que se realiza a 15 de Outubro, em Lisboa, no Parque das Nações.
Voluntários recém-chegados, antigos voluntários, futuros voluntários, assistentes espirituais, responsáveis dos grupos e todos os interessados pelo voluntariado são convidados a participar neste Dia de encontro, partilha, convívio e reflexão.
De manhã será feita uma reflexão sobre o compromisso do voluntariado e à tarde os participantes irão desvendar os desafios do voluntariado em cada etapa da gincana que tem lugar nos jardins do Parque das Nações. A Eucaristia está marcada para as 17h e será celebrada pelo Pe Tony Neves.
(Fonte: www.fecongd.org)

quinta-feira, setembro 22, 2011

Inicio das obras na Ondjoyetu

Na passada 2ª feira deu-se inicio aos trabalhos da construção da 2ª fase da casa Ondjoyetu. Até à data foi possivel fazer as marcações, abrir parte dos cabocos e aplicar parte betão de limpeza. Para estes trabalhos estamos a contar com 7 trabalhadores, com o encarregado Vitor Inácio. Partilho convosco o estado da construção através da seguinte foto. No próximo sabado, eu e o padre David, deslocaremos até à Odjila, aldeia onde se encontra a restante equipa. Será o monento da despedida das nossas manas médicas. Tukasi Kumosi Mana Ana

terça-feira, setembro 20, 2011

Equipa reunida ;)

Olá Amiguitos!!! Durante as passadas duas semanas a equipa da Linha da Frente tem estado dividida em várias frentes. Com trabalhos no Gungo, de formação da pastoral da criança, formação de agricultura, formação para promotores de saúde e muitas consultas. No Sumbe, foi tempo de descarregar os contentores e arrumar todos os bens neles enviados. Este fim-de-semana estivemos todos reunidos no Gungo, na Aldeia do Calipe, para celebrar o domingo, com a alegria da celebração de 6 baptismos de catecúmenos e 1 casamento. No domingo pelas 17h horas foi o momento de mais uma divisão. Uma parte desceu para o Sumbe para dar inicio aos trabalhos da segunda fase da construção da casa Ondjoyetu, a outra parte da equipa subiu para a Ondjila para dar início a mais uma semana de formação na área da saúde. Hoje queremos agradecer o dom da vida da nossa mana médica Sandra Leal que completa hoje o seu 24º aniversário. Foi possível estabelecer contacto telefónico com ela e deu para perceber como é tão bom celebrar esta data num lugar tão especial.... como o Gungo :) Estamos juntos! Um beijinho Mana Ana