quinta-feira, outubro 10, 2013

Mistério da Porta - 3º Episódio

Muito boa noite.
Dando seguimento à nossa mini-série, vimos apresentar o terceiro e último episódio do "Mistério da Porta".
O que isto mostra é que também por África, e mais concretamente em Angola e no Gungo, a falta de meios aguça o engenho e leva a procurar soluções criativas.

Amanhã, se Deus quiser, regressarei a Angola para retomar o trabalho missionário junto da comunidade do Gungo.
Porcuraremos continuar a dar notícias sobre o decorrer da nossa missão. Agradecemos a todos os que de vários modos vão sendo missionários connosco. Continuamos a contar com a vossa oração e também podem contar com a nossa.
Manifesto a minha alegria e gratidão por todas as pessoas com quem me pude encontrar e partilhar momentos muito agradáveis. Em relação àquelas com as quais não foi possível estar, espero que tal venha a ser possível noutra oportunidade.
Uma palavra de especial gratidão às paróquias de Casal dos Bernardos e Regueiras de Pontes pelas iniciativas que tiveram de angariação de fundos para a missão, a todas as pessoas que colaboraram e
ainda às que tiveram a responsabilidade de organizar e levar por diante essas iniciativas.
Um abraço e até sempre.

P. Vítor Mira

video

3 comentários:

Anónimo disse...

Muito bem ao mestre da porta, pode vir aqui montar uma dessas portas na minha casa.
Parabens ao P.Vitor pelo filme, o seu esforço e empenho no seu trabalho.
aproveito para desejar boa viajem e cumpriemntar a linha da frente, muito ánimo para a missão. Continuem a descobrir a vontade de Deus no serviço aos irmãos.
Um beijinho e um graaaaaande abraço.
Vossa mana Ir.Nancy

David Nogueira disse...

"A necessidade aguça o engenho" é bem verdade e demonstrado aqui. É com exemplos destes que tomamos consciência de que todos sabemos um pouco e a partilha dos nossos poucos faz o muito da sabedoria humana. Boa viagem Pe Vítor. Dê cumprimentos ao "nosso" povo e leve as minhas saudades...
Unguende Uwa! (boa viagem!)

Anónimo disse...

Obrigado Pe Vítor por esta partilha, são estas pequenas coisas que me prendem ao povo de Angola, em especial agora ao povo do Gungo. Quero deseja-lhe uma boa viagem junto com a Terezinha e enviar cumprimentos para o humilde povo do Gungo.
Á linha da frente desejo uma boa viagem a Luanda, e bom regresso ao Sumbe todos em família.
Um grande abraço a todos.
Estamos juntos.
Tio Serra.