sábado, maio 29, 2010

A Caminho do Chimbango

Como já disse, saímos do Sumbe pelas 12:00 horas. Se as picadas do Gungo estivessem transitáveis, teriamos que percorrer uma distância de cerca de 170 km., passando pelo Uquende e Donga (sede da Missão). Mas como a picada para a Donga está em muito mau estado e daí para a frente nem sequer está circulável (são cerca de 20 km. da Donga até ao Chimbango), tivemos que ir dar uma grande volta. Rumámos para Sul em direcção ao Lobito e Benguela. Antes do Lobito virámos à esquerda no sentido do Bocoio. Nesta localidade apanhámos a picada que dá ligação à Chila e Atóme. Ao todo são cerca de 300 km., 110 dos quais por picada. Pelas 18:00 h. anoiteceu. Mas a viagem tinha que continuar até ao seu destino. À medida que avançávamos o capim tornava-se mais alto, muitas vezes mais alto que o próprio jipe. No meio de toda aquela escuridão valeu-nos o catequista Watela que nos fazia descobrir trilhos e caminhos on de nada mais parecia haver que capim muito alto. Dava mesmo para pensar que estávamos perdidos no meio do nada em escura noite de bréu. De vez em quando ligava-se a máquina de filmar para registar alguns momentos da viagem. Aqui fica uma pequena filmagem com os respectivos comentários de circunstância. E não se esqueça, a história continua. Um abraço. P. Vítor Mira video

Sem comentários: