domingo, junho 13, 2010

Mais um passo na Culinária

Olá de novo, amigos. Há dias assim. Pelos dias que não tenho contado nada, hoje segue mais um episódio da aula de culinária. Assim, até dá a impressão de que também lá estamos, não é? Como vemos, o canto acompanha quase sempre as actividades desta pessoas. O que aqui ouvimos fala do amor e do perdão. É muito bonito. Fica só um bocadinho. Mas digo-vos que lá e ao vivo é outra coisa. A confecção da sopa foi uma oportunidade para contar a história da "sopa da pedra" àquelas senhoras. Como eu andava ali por perto a fazer reportagem, acabei por ocupar o lugar do frade da história da sopa. Equanto a sopa de cozia ao lume houve oportunidade de falar de algumas sementes para explicar os benefícios de alguns pordutos horticolas que por ali quase não existem. Não basta ensinar a fazer sopa, também é preciso introduzir novas sementes e explicar como se cozinham os frutos dessas sementes. Um abraço e não se esqueçam que a reportagem continua. P. Vítor Mira video

2 comentários:

Ana Sofia Pereira disse...

Não há duvida que ao vivo é outra coisa... que saudades deste povo lindo.. destes cânticos, destas sopas e do funge... Como é bom caminhar junto deste um povo fantástico....

Nunca vos esqueço..... TUKASI KUMOSI OLONDJANJA VYOSI!!!!

Colelo linene (Muita coragem) povo do Gungo e Linha da Frente!!!!

Mana Ana Sofia

Tio Serra disse...

Boa tarde; a todos amigos e amigas que visitam este Blog, esses são mesmo os de bom gosto! E de muita sorte, porque ver aulas de culinária, e ter um grupo maravilhoso que interpreta boa musica, não é fácil de encontrar, mas Graças a Deus a Linha da Frente, gravou algumas maravilhosas vozes para nos brindar neste Domingo de lindo sol de Primavera.
O Sr. Padre Vítor falou de sementes para a agricultura, para melhor poderem preparar a próxima sopa, que é importante.
O cântico que ouvimos de Amor e Perdão, são frutos das sementes que a equipa da Linha da Frente, tem lançado junto deste maravilhoso povo, e que já deu os seus frutos.
Para a Linha da Frente, e para todos os ONDJOYETUS, eu peço a Deus que nos proteja e nos livre de todos os perigos.
Estamos sempre juntos na Oração.
Um grande abraço.
Tio Serra.